sábado, 13 de maio de 2006


£@¥Rïµ@ 1

[ E agora?...

Quem lágrimas chorará?... ]

Homens mulheres.

Meninos meninas.

Pais mães.

Viúvos viúvas.

Órfãos órfãs.

Novos velhos.

...

O comum dos mortais,

chorará lágrimas

amargas

enraivecidas

corrosivas

nostálgicas

incompreendidas

injustiçadas

amatórias

com ou sem

razão.

Chorará

fechado no quarto

(envergonhado)

ou em lugares públicos

(despudorado).

Esvaziará a alma

excrementando o salitre insípido

que lha inunda de ódio,

impedindo-o d’amar.

Viverá amargurado

lavando a sua fúria

nesse lacrimejante gesto.

in "Poder da Díctamo" (José Amaral)

6 comentários:

Anónimo disse...

Your site is on top of my favourites - Great work I like it.
»

Anónimo disse...

I'm impressed with your site, very nice graphics!
»

Anónimo disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»

Anónimo disse...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»

Anónimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Anónimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»