quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Nobel

Gabriela Mistral nasceu em Vicuña (Chile), a 7 de Abril de 1889 e faleceu em Nova Iorque, a 10 de Janeiro de 1957.
Poetisa, educadora, diplomata e feminista chilena, vencedora do Prémio Nobel da Literatura em 1945.
Aqui fica um belíssimo poema desta autora:

NOCHE



Las montañas se deshacen,
el ganado se ha perdido;
el sol regresa a su fragua:
todo el mundo se va huido.

Se va borrando la huerta,
la granja se ha sumergido
y mi cordillera sume
su cumbre y su grito vivo.

Las criaturas resbalan
de soslayo hacia el olvido,
y también los dos rodamos
hacia la noche, mi niño.

(José Amaral)

8 comentários:

Isabel-F. disse...

não conhecia ...

é bem lindo...


bjs

Amaral disse...

Isabel
Muito bonito este, mas tem outros igualmente maravilhosos.
Bjo

Arco-íris disse...

...vim agradecer-te a visita...e sim é o dia de s gonçaolo...mas não é feriado...já no tiraram esse dia...beijinhos...muitos...

Amaral disse...

Arco-Íris (Marta?)
Não precisas agradecer as visitas, pois o teu blog merece. Volta aqui sempre que quiseres.
Pensei que fosse feriado...
Bom fim-de-semana
Bjos

Paulo Sempre disse...

Santo Agostinho: «O hábito de querer satisfazer uma concupiscência insacíavel, fazia-me sofrer cruelmente»
Foi esta a conclusão de Santo Agostinho, após dezassete anos a experimentar os prazeres proibidos.
Abraço
Paulo

PS: Faço somo Santo Agostinho?

Amaral disse...

Paulo
Quem sabe não andamos todos a viver no pecado e à espera de escrevermos as nossas "Confissões".
Se conseguir entender a máxima dele e aplicá-la à sua vida, faça!
Bom fim-de-semana
Abraço

Anónimo disse...

o POEMA NÃO É DE SUA AUTORIA?

Amaral disse...

Anónimo
Da minha autoria? Porquê? Se fosse eu di-lo-ia. Aliás refiro no post "Aqui fica um belíssimo poema desta autora" refere-se a Gabriela Mistral.
Quem lê o post apercebe-se logo disso.
Resposta dada à questão, continuação de boa semana.