quarta-feira, 21 de junho de 2006

"Equador"

«Equador» de Miguel Sousa Tavares editado na República Checa

O primeiro romance do escritor português Miguel Sousa Tavares, «Equador», foi editado na Repúlica Checa, numa colecção empenhada em «unir as duas orlas do Atlântico».

«Equador» é o terceiro título da colecção «Transaltantika», depois de « Gringo Viejo», do mexicano Carlos Fuentes, e de «Nocturno de Chile», de Roberto Bolaño.

Miguel Sousa Tavares aborda uma temática historicamente «muito interessante» para o leitor checo, designadamente «a escravatura e a responsabilidade do individuo que tem de escolher entre os interesses do Estado e a sua própria honestidade intelectual», disse a editora da colecção, Aneta Charvatova, citada hoje pela agencia espanhola EFE.

A mesma colecção irá publicar a seguir romances do argentino Júlio Cortazar, do cubano Reinaldo Arenas e do espanhol Enrique Vila- Matas.

«Equador», publicado em 2003, já vendeu mais de 250 mil exemplares em Portugal e foi traduzido para sete línguas (catalão, alemão, francês, holandês, espanhol, italiano e, agora, checo).

in Diário Digital / Lusa (edição online) 21-06-2006

Aqui está uma boa notícia. “Equador” é um livro bastante interessante e que se lê com agrado.

1 comentário:

BFly disse...

É um autor cuja obra tenho seguido com interesse,li Sul e gostei bastante!Tem uma escrita limpa,intensa e com sentido de humor!Quem sai aos seus não degenera.Prestemos homenagem também a Sophia de Mello Breyner!