sexta-feira, 23 de maio de 2008

Poeta russo

Joseph Brodsky nasceu a 24 de Maio de 1940 e faleceu a 28 de Janeiro de 1996. Este poeta russo foi vencedor do Prémio Nobel de Literatura em 1987.

XIII

Deveria dizer-te adeus
como a um dia que termina?
As memórias humanas podem esmorecer
tornar-se ténues e cair
como o cabelo.
O problema é
que atrás das suas costas não estão
camas de casal para amantes,
sono difícil, o passado,
ou dias em filas apertadas
de costas retesadas - mas, antes,
nuvens enormes, de borboletas,
volteando juntas.

Joseph Brodsky

4 comentários:

JPCLEMENTE disse...

Um bom fim de semana, Caro J.Joaquim!

Amaral disse...

João Paulo
Obrigado pela visita e bom fim-de-semana para ti também.
Abraço

Isabel-F. disse...

não conhecia este autor.
gostei do poema.


beijinhos e boa semana

Amaral disse...

Isabel
Também não conhecia, mas apaixonei-me pelo poema.
Boa semana
Bjo