domingo, 27 de julho de 2008

Poema


Nuit


Il faisait noir
comme dans la gueule d’un loup !

La nuit était tombée…

Un vieillard veinard
dormait le sommeil du juste.

Un jardinier somnambule,
dans le jardin de la vie,
prenait soin de ses fleurs
de façon à écarter
l’insomnie atroce
que l’emprisonnait
dans les catacombes du remords.

Un long fleuve de couleurs
faisait songer à cet homme
qui cherchait emprunter,
à la beauté fleurie du jardin,
la rémission de son horrible passé…
d’assassin.




(in “Outonalidades”, José Amaral)

15 comentários:

Paulo Sempre disse...

Abraço.
Paulo

Amaral disse...

Paulo
Obrigado pela visita. Boa semana.
Abraço

Paradoxos disse...

poderoso :-)

A. João Soares disse...

Amaral,
De repente vi-me numa noite de breu em plena lua nova em que não se via um palmo à frente dos olhos. Na minha aldeia não havia electricidade e, como as pessoas se deitavam cedo, nem uma réstia de luz saía das janelas para poder guiar o caminhante na rua.
Na sua noite de poesia, só o pesado remorso do velho assassino das catacumbas lhe poderia imaginar as cores do jardim. Para um poeta tudo é possível.
Abraço
João

Amaral disse...

Paradoxos
Obrigado. Volte sempre e boa semana.
Abraço

Amaral disse...

João
Por vezes não é só a noite que é de breu, nem é só o remorso que nos agoniza od dias...
Boa semana
Abraço

Carla disse...

pelo jardim da vida vestido em negros trajes
que belas as tuas palavras
beijos

Meg disse...

Un jardinier somnambule,
dans le jardin de la vie,
prenait soin de ses fleurs
de façon à écarter
l’insomnie atroce
que l’emprisonnait
dans les catacombes du remords.


E que cores!!! Paradoxal.

Um grande abraço

Amaral disse...

Carla
Obrigado. Fico contente por teres gostado. Boa semana.
Bjo

Amaral disse...

Meg
Ainda bem que gostou.
Abraço

JPCLEMENTE disse...

Amigo J. Joaquim, parabéns por este poema!Tem umas óptimas férias!
Um abraço
JPC

Amaral disse...

João Paulo
Obrigado. Também te desejo umas óptimas férias.
Abraço

Amaral disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Deusa Odoyá disse...

ol� meu amigo e estimado Amaral.
que sua vida seja esse jardim de floresencantada.
muito linda essa sua poesia.
custei a interpretar.
Mas achei muito linda e sublime.
Beijos da amiga do lado de c�.

Regina Coeli.

Obrigado por seus coment�rios sempre carinhosos em meu cantinho.

Mil beijinhos para t�.

Amaral disse...

Regina
Eu é que tenho de agradecer por ter gostado da poesia e por ter voltado ao meu cantinho.
Bjo