terça-feira, 22 de abril de 2008

DIA MUNDIAL DO LIVRO

No dia 23 de Abril, mais de 100 países comemorarão o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, que foi lançado pela UNESCO em 1996. A biblioteca da nossa escola também se preparou para celebrar este dia, exaltando a importância dos livros para a sociedade moderna. Assim, promoveu a «Feira do Livro» nos dias 21, 22 e 23 de Abril.
A ideia é promover a importância do livro como um instrumento de expressão, educação, comunicação e de divertimento.
Infelizmente, em Portugal, pouco se lê. Os livros são caríssimos e muitas são as outras “tentações” que afastam as pessoas da leitura. Um livro pode levar-nos a paragens ímpares, a histórias geniais…

Aqui ficam algumas ideias interessantes, e que nos fazem pensar, sobre os livros:
"Onde se queimam livros, acaba-se queimando pessoas." (Heinrich Heine)
"Há livros de que apenas é preciso provar, outros que têm de se devorar, outros, enfim, mas são poucos, que se tornam indispensáveis, por assim dizer, mastigar e digerir." (Francis Bacon)
"Um livro deve ser o machado que quebra o mar gelado em nós." (Franz Kafka)
"Ler um livro é para o bom leitor conhecer a pessoa e o modo de pensar de alguém que lhe é estranho. É procurar compreendê-lo e, sempre que possível, fazer dele um amigo."
(Herman Hesse)
"A leitura é para o intelecto o que o exercício é para o corpo." (Joseph Addison)
"Um dos principais deveres do homem é cultivar a amizade dos livros." (Thomas Carlyle)
"Os livros podem ser divididos em dois grupos: aqueles do momento e aqueles de sempre." (John Ruskin)
"Quem nunca está só." (Helder Simone)

(José Amaral)

6 comentários:

Isabel-F. disse...

perco-me com livros ...

e realmente os mesmos são carissimos ... essa deve ser uma das razões que mais pesa para a crescente falta de gosto na leitura ...


bjs

Amaral disse...

Isabel
Não só mas também. Para tudo se dá apoios e subsídios, mas para comprar livros nada.
Bjinho

aDesenhar disse...

nunca são demais estas iniciativas!
já agora vem a propósito
e dado que és um especialista literário, tens neste site uma boa oportunidade de por à prova os teus conhecimentos, onde a Sinistra Ministra não te pode avaliar, e ganhares umas obras para a tua colecção: http://sorumbatico.blogspot.com/2008/04/como-comunicao-social-e-blogosfera-esto.html
:-)

abraço

Odele Souza disse...

Olá Amaral,

Obrigada pelo elogio ao meu texto no blog de Isabel Filipe, no post que ela colocou em "duo". comigo, "Lavando a Alma'.

Tens razão ao dizer: "Quem lê nunca está só". O livro nos permite viajar sem sair do lugar, e pode nos levar a lugares fantásticos.

Mas o problema é mesmo o preço. Se nós achamos isto, imaginas aquelas pessoas bem pobres que mal ganham para se alimentar. Quando conseguem algum dinheiro, correm logo para alimentar o corpo, mas o espírito que seria alimentado pelos livros, vai, dia a dia, morrendo de inanição.

Um abraço.

Amaral disse...

Adesenhar
Eu gosto de ler e de divulgar boas leituras.
Quanto a sinistros (ministros ou não) não me seduzem.
Bom feriado.
Abraço

Amaral disse...

Odele
Concordo plenamente. Infelizmente quem tem dinheiro tem tudo: comida para o corpo e para a mente.
Quem não tem passa fome: de comida e de cultura.
Bjo