quinta-feira, 8 de novembro de 2007

S. Martinho

São Martinho (de Tours) era um soldado do exército romano. Nasceu e cresceu na Hungria, em 316, sob uma educação da religião dos seus antepassados. Aos 10 anos de idade entrou para o grupo dos catecúmenos (aqueles que se preparam para receber o baptismo). Aos 15 anos de idade, e contra a própria vontade, teve de ingressar no exército romano e dirigir-se para a Gália. Aos 18 anos abandonou o exército.
Segundo a
lenda, quando era ainda soldado, ocorreu o que tornou São Martinho conhecido em todo o mundo. Ao entrar pelo portal da cidade de Amiens, montado no seu cavalo, deparou com um pobre homem praticamente sem roupas. Era Inverno e rigoroso. Ao ver que ninguém o ajudava, mesmo pessoas com muito mais posses que ele, tentou ajudá-lo a proteger-se do frio. Desembainhando a espada cortou a sua capa militar ao meio e ofereceu metade ao pobre pedinte. Ainda segundo a lenda, acto contínuo, despontou um Sol radioso. Por isso, nesta altura do ano é normal uns diazitos de sol, aos quais chamamos de Verão de S. Martinho.
Nessa mesma noite S. Martinho teve uma
visão na qual vislumbrou a face de Cristo, que vestia a capa dada ao mendigo, e assim São Martinho acreditou que aquele a quem ajudara tinha sido Jesus Cristo.
Em Portugal, é tradição no dia 11 de Novembro comemorar-se o S. Martinho. Para tal, não podem faltar as castanhas assadas, o vinho novo ou a jeropiga.

(José Amaral)

26 comentários:

al cardoso disse...

Interessante essa historia ou lenda de S. Martinho, que eu so conhecia em parte, bem haja por-no-la recordar.
Esta portanto explicado o Verao de S. Martinho, so que este ano tem sido tambem de S. Miguel e de Todos os Santos, para mal das nossas florestas!

Um abraco d'Algodres.

Amaral disse...

Al Cardoso
Então bom S. Martinho.
Abraço

aDesenhar disse...

já que estamos em maré de S. Martinho
também estás convidado para o magusto
virtual lá no meu canto.

abraço

A. João Soares disse...

Caro Amaral.
Desejo um bom magusto!
Na continuação de uma «conversa» no fim do verão, informo-o que amanhã, Sábado, irei para Viseu de onde regressarei em 17 ou 18, se tudo correr bem. Espero podermos ver-nos. Terá de ser o Amaral a contactar-me! Ficarei na residencial Rubi do grupo do Hotel Onix, no Caçador, com o telefone 232 479 511
Como tem pessoal admitido recentemente, se quem o atender não conhecer o João Soares, diga-lhe que se trata do casal que traz dois cães pequenos. Quando lá chegar darei o nº do telemóvel para lho comunicarem, mas pode deixar recado que espero me seja transmitido.
Um abraço e espero que até breve
João

JOSÉ DA SILVA MAURÍCIO disse...

.
EXTRA: Que todos os alunos, todos os anos, se candidatem ao Subsídio Escolar.

Quem vos avisa vosso ........ .

FIM DO EXTRA.


E agora,

.
Olá Blogger. Vamos criar um movimento de Bloggers para mudar a LETRA DO HINO NACIONAL?!

http://www.portugal.gov.pt/Portal/PT/Portugal/Simbolos_Nacionais/HinoNacional.htm

Escreve outra versão.


A minha PROPOSTA:

"A Liberdade" (um povo sem formação não é um povo livre).

Heróis do mar, nobre povo,
Nação valente, imortal,
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal!
Entre as brumas da memória,

Ó Pátria, sente-se a voz
Dos teus egrégios avós,
Que há-de guiar-te à vitória!

E agora a parte em que se faz a ALTERAÇÃO:.

Às aulas, às aulas!
Na Escola e no Trabalho,
Às aulas, às aulas!
Pela Pátria aprender
Contra o atraso estudar, estudar! (*2)


(*2) - ALV - Aprendizagem ao Longo da Vida.

"Toda e qualquer actividade de aprendizagem, empreendida numa base contínua,
com o objectivo de melhorar conhecimentos, aptidões e competências".

Site em http://www.alv.gov.pt


NOTA: "Atletas, espanhóis, querem dar letra ao hino nacional espanhol".

in Jornal Diário de Notícias, 13.6.2007, ou em
http://dn.sapo.pt/2007/06/13/desporto/atletas_querem_letra_hino_nacional_e.html

? Quem mudará primeiro a letra do Hino ? A Espanha ou Portugal ?


BRAGA ( mas LISBOETA, "A Invasão Mourisca", http://jn.sapo.pt/2007/02/27/opiniao/a_invasao_mourisca.html ) 31.5.2007.

JOSÉ DA SILVA MAURÍCIO para os que não gostam de Anónimos.

ANÓNIMO para os que não gostam de armantes.

E para os restantes, J#o? d/ sI&v? Ma+/+u)io ( ASSINATURA ILEGÍVEL ).

mauricio_102@sapo.pt

http://eunaodesisto.blogs.sapo.pt

Entre linhas... disse...

Eu apenas conhecia uma parte da história...sempre a aprender neste "cantinho".
Bom fim de semana
Bjs Zita

Mentiroso disse...

Como coisas simples são desconhecidas dum povo que quase rebenta de orgulho... Orgulho de quê? De se ser ignorante?
Vale sempre a pena contar lendas e histórias antigas, sobretudo numa época em que pais rascas foram incapazes de ensinar coisas interessantes a seus filhos.

pensarfornos disse...

Um óptimo S. Martinho, amigo José Joaquim! Cuidado com o vinho novo!
Um Abraço
JPClemente

Isabel-F. disse...

Sabes ... não conhecia a lenda ...


gostei de ler..

bjs

Amaral disse...

Adesenhar
Obrigado pelo convite. Passarei por lá para comer umas castanhitas e beber uma jeropiga virtuais.
Abraço e bom S. martinho

Amaral disse...

João
Antes de mais um bom magusto e boa estadia por terras de Viriato. Por acaso também vou estar fora de Viseu, mas prometo que se puder contactá-lo-ei e talvez possamos combinar, pelo menos, um cafézito.
Abraço

Amaral disse...

José da Silva
Tantas sugestões e algumas perguntas. Espanha mudará primeiro o Hino. Portugal, nunca ou muito dificilmente.
O seu está muito bem sugerido.
Bom S. Martinho.
Abraço

P.s. obrigado pela visita e volte sempre.

Amaral disse...

Zita
Pelo menos já serviu para ajudar um pouqunho mais. Bom S. Martinho
Bjo

Amaral disse...

João Paulo
Espero que passes um bom S. Martinho cheio de saúde, com boas castanhas e um bom vinhito.
Abração amigo

Amaral disse...

Mentiroso
Boa apreciação que faz a este post. Apareça mais vezes.
Bom S. Martinho
Abraço

Amaral disse...

Isabel
Tão simples e tão linda (e por vezes desconhecida, mas acontece).
Espero que tenhas um S. Martinho maravilhoso.
Bjo

joão oliveira disse...

cumprientos Amara.

Embora tarde, desejos de um bom S. Martinho com castanhas assadas e jeropiga.

um abraço

ANTONIO DELGADO disse...

Venho aqui pela indicação do Blog do Mirante e realmente gostei do que vi. A história do S. Martinho é bastante interessante e muitas vezes comemoramos dias de certos Santos, dos quais não sabemos a sua história. Há quem diga que o povo português é um dos povos que menos sabe da religião que assumiu de forma maioritária:a católica. Pouco ou nada sabe da historia dos seus santos e muito menos dos teologos ou mesmo das datas mais marcantes do cristianismo.

Um cordial abraço e bom magusto.
António Delgado

Paulo Sempre disse...

A história de S. Martinho, ora recordada, devia servir de exemplo a muitos que não sabem dividir os seus bens quando não mesmo o conceito de partilha....
Abraço

Amaral disse...

João
Obrigado na mesma. Fica registado.
Abraço

Amaral disse...

António Delgado
Fico feliz por vê-lo por aqui. Fico, também, contente por saber que gostou do blog.
Volte sempre.
Abraço amigo.

Amaral disse...

Paulo
Estou em total comunhão com o seu comentário. Talvez a classe política devesse ser investida desta bondade martiniana.
Abraço

Filipe Saraiva disse...

Caríssimo amigo,
Obrigado por manteres este belo espaço no numdo virtual/real. Sugiro e consultes e divulgues, por favor, o blogue http://terrasalgodres.blogspot.com/
Aquele abraço de sempre! Filipe Saraiva

Meg disse...

As lendas que eu aprendi neste SMartinho, apesar do...trabalho!

Agora, das castanhas, gostei, mas cozidas e com erva-doce.

Que assadas, só as da rua, mesmo!
E o S.Martinho já passou.

Um abraço

Amaral disse...

Amigo Filipe
Prazer em ver-te por estas bandas. Irei juntar o endereço do teu blog aos meus parceiros.
Abraço e volta sempre.

Amaral disse...

Meg
Estamos sempre a aprender. Castanhas da rua são as melhores têm o aroma e o sabor certos.
Abraço