segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Dia Internacional das Bibliotecas Escolares


Hoje, 22 de Outubro de 2007, comemora-se o Dia Internacional da Biblioteca Escolar.
O Agrupamento Vertical de Sernancelhe associa-se a este dia e os responsáveis da Biblioteca Escolar/Centro de Recursos Educativos prepararam algumas actividades, das quais se destaca o Peddy-Paper da Biblioteca. Muitos serão os alunos que, hoje, passarão pela Biblioteca.
A Biblioteca Escolar é um pólo fundamental em qualquer escola. Contudo, nem sempre os alunos sabem dela retirar os melhores proventos. As Bibliotecas Escolares são óptimas para o sucesso educativo, onde os alunos têm muitos recursos ao seu alcance: livros didácticos e outros, conselhos e motivação, na escolha de livros para a tua leitura, acesso à Internet…
Acho que não devem ser só os alunos a beneficiar das Bibliotecas. Penso que a Biblioteca tem de abrir as portas a outros intervenientes, nomeadamente os Encarregados de Educação. É necessário envolver cada vez mais os Pais/Encarregados de Educação na aprendizagem dos filhos. Nesse particular, as Bibliotecas Escolares podem ter um papel importante a desempenhar.

(José Amaral)

10 comentários:

Isabel-F. disse...

Não sabia que existia este dia ...

... e concordo contigo quando dizes que as bibliotecas deviam ser abertas aos pais e enc. de educação ...

beijinhos

Amaral disse...

Isabel
As bibliotecas deviam ser abertas aos pais e encarregados de educação, porque seria uma forma de incentivar pais e alunos à leitura. Além disso, era uma forma de os pais saberem os recursos que os filhos têm aos eu dispor nas ecolas e nem sempre os utilizam.
Boa semana
Bjo

Meg disse...

Para isso, meu caro amigo, era necessário que os pais tivessem o gosto pelos livros, pela leitura, pelo "cheiro do papel". E esse "vício", esse sim, ficou para trás, para a maioria dos pais, e de toda a gente.
"O Piano" envolvente e reconfortante!
Um abraço

Amaral disse...

Meg
Quero crer que se pode voltar a gostar dos livros, com ou sem cheiro. Os pais têm que envolver-se mais nas aprendizagens dos filhos.
"O piano", é lindo não é?
Abraço

al cardoso disse...

Concordo com o meu amigo, que as bibliotecas escolares deveriam estar abertas tambem aos encarregados de educacao, era uma forma mais, para esbatermos a baixa taxa de leitura nacional!

Um abraco d'Algodres.

david santos disse...

O caso Cláudia, não está perdido. Mandem Mails a esta gente e não só:

geral@embaixadadobrasil.pt

Mas não digas palavras doces. Carrega um bocadinho no português "marracónico": envergonha-os, que é o que eu faço.
Pede a outros blogues que façam o mesmo.

Abraços.

Amaral disse...

Al Cardoso
As bibliotecas até estão abertas aos pais, assim eles o queiram.
Penso que falta criar hábitos nos pais de frequentarem as escolas e bibliotecas dos filhos; frequentarem no sentido de saberem que as escolas também são deles.
Abraço

Amaral disse...

David
Bem-vindo, de novo, irei fazer o que sugere.
Abraço

A. João Soares disse...

Caro Amaral,
Iria um pouco mais longe. Cada biblioteca devia permitir o acesso a qualquer cidadão, para consulta das obras de seu interesse. Hoje, poucos iriam beneficiar dessa possibilidade, mas a pouco e pouco, muitos apareceriam a e a literacia aumentaria. Se os maus costumes são contagiosos, os bons também o podem ser. É preciso criar incentivos. Porque não criar «jogos florais» premiando a melhor redacção apresentada, ou um concurso de poesia. Os prémios podem ser pouco mais do que simbólicos, mas podem ser mais valiosos se forem entusiasmadas empresas em mecenato.
Abraço

Amaral disse...

João
Abrir a todos não seria fácil, mas com uma rede devidamente organizada conseguia-se.
Quanto às redações e concursos eu, enquanto professor, tenho promovidos vários, mas por vezes a desilusão assalta-nos. Contudo, não se pode desistir.
Abraço