segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Teatro

Não é meu hábito divulgar aqui textos dramáticos, mas há sempre uma primeira vez. Trata-se de Medeia (Dom Quixote, 51 páginas) de Mário Cláudio. Uma peça muito bem escrita e de agradável leitura. Convém não esquecer que MC é um autor com uma vasta e multifacetada obra. Já foi galardoado com vários prémios dos quais se destacam o “Prémio Pessoa” e o “Prémio Vergílio Ferreira”.
Este texto dramático fala de “Uma actriz que arrasta, ao longo da vida, a obsessão de representar a Medeia, de Eurípedes, e empolgada pela ânsia que se torna matéria da alma, precipita na morte dos que a rodeiam o seu próprio e irredimível aniquilamento”. Como se pode ler na contracapa do livro “Uma célebre actriz de um país pequeno, vivendo o seu fim de carreira através de algumas dificuldades de memorização, contempla o fracasso do seu projecto de produzir a Medeia, de Eurípedes, que desde sempre a acompanhou. Também ela por isso, descomandada pela paixão, e à semelhança da heroína clássica, acabará por assassinar os próprios filhos”.
Na mitologia grega, Medeia era a filha de Eetes, rei da Cólquida (actual Geórgia), mulher de Jasão, de quem teve dois filhos. O rei de Corinto convence Jasão a trair a mulher, para se casar com a filha deste, Glauce. Medeia, ao saber da trama, decide vingar-se matando a rival e os filhos que tinha tido com o marido infiel.
Vale a pena ler e se possível assistir a esta peça.

(José Amaral)

8 comentários:

Delfim Peixoto disse...

A ter em atenção, sim senhor...
Abraço!

Carla disse...

Já li...e apesar de Mário Cláudio ser um escritor por vezes fechado, a sua escrita é de imensa qualidade...eu gosto imenso de o ler, assim como gostei de o ter como professor
beijos

Deusa Odoyá disse...

Olá meu anjo de amigo.
Essa eu li.
adorei...
Eu gosto muito da escrita dele, parabéns...
Uma semana abençoada por Deus
Beijinhos doce, meu amigo.

Regina Coeli.
Fique na paz.

Amaral disse...

Delfim
Leia que vai gostar.
Boa semana
Abraço

Amaral disse...

Carla
Sem dúvida escreve muito bem. Em breve apresentarei aqui as conclusões de "Boa noite..."
Boa semana
Bjo

Amaral disse...

Regina
Fez bem em ler.
Boa semana para ti também.
Bjo

JPCLEMENTE disse...

Caro J. Joaquim!
Na verdade este género de texto é dos mais apreciados pelos nossos alunos. "Falar Verdade a Mentir" é uma das obras dramáticas muito interessantes que mereceiam um post.
Um abraço
JPC

Amaral disse...

João Paulo
Tens razão. E nos tempos que correm até era apropriado. Quem sabe um destes dias.
Abraço