sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

acidente ou atentado?

No dia 4 de Dezembro de 1980, o avião em que o então primeiro-ministro, Sá Carneiro, seguia para o Porto despenhou-se em Camarate, pouco depois de levantar voo no aeroporto da Portela, em Lisboa. Faz, amanhã, 30 anos sobre este trágico acontecimento. Trinta anos depois as circunstâncias da tragédia ainda estão por esclarecer, havendo quem defenda a teoria de atentado e quem argumente a favor da teoria de acidente. Na queda do avião morreram também o Ministro da Defesa, o democrata-cristão Adelino Amaro da Costa, bem como a companheira de Sá Carneiro, Snu Abecassis, para além de assessores, piloto e co-piloto.
Passados estes anos todos o mistério continua. Acidente ou atentado? A alguém interessará o não apuramento dos factos. Infelizmente, nesse dia, Portugal perdeu um grande homem.

(José Amaral)

4 comentários:

quintadocochel disse...

Sem dúvida, naquele dia, Portugal perdeu um homem com uma visão política avançada de mais no seu tempo!
Foi silenciado por mero capricho do destino, pois o atentado, sim atentado e não acidente, que muitos teimam em querer fazer crer, era dirigido ao ministro Adelino Amaro da Costa, que, na altura, investigava a fundo o destino do dinheiro (alguns largos milhões de contos), que desapareceram da gestão do Fundo do Ultramar Português, que por obra e graça sei lá de quê, após meia dúzia de anos do 25 de Abril, ainda estava activo e movimentava largas somas de dinheiro.

Amaral disse...

"Quinta do Cochel"
Antes de mais bem-vinda aqui ao meu cantinho.Volte mais vezes.
Sim, há coisas estranhas (como as que refere) em todos este processo.
Abraço

al cardoso disse...

Sim Portugal perdeu um "grande" portugues, que caso nao tivesse morrido, provavelmente hoje estariamos muito melhor, mas ao destino ninguem foge. Nem o pais nem nos!

Umn abraco de amizade dalgodrense.

Amaral disse...

Al Cardoso
Sempre a persistente dúvida... se...
Mas, sim, concordo consigo. Acho que estaríamos melhor.
Abraço