sábado, 28 de novembro de 2009

Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, a 13 de Junho de 1888 e faleceu na Capital Portuguesa a 30 de Novembro de 1935. Poeta e escritor português.
Durante sua discreta vida, actuou no jornalismo, na publicidade, no comércio e, principalmente, na Literatura.
Fernando Pessoa morreu de cirrose hepática aos 47 anos.






Já não me importo

Já não me importo
Até com o que amo ou creio amar.
Sou um navio que chegou a um porto
E cujo movimento é ali estar.

Nada me resta
Do que quis ou achei.
Cheguei da festa
Como fui para lá ou ainda irei

Indiferente
A quem sou ou suponho que mal sou,

Fito a gente
Que me rodeia e sempre rodeou,

Com um olhar
Que, sem o poder ver,
Sei que é sem ar
De olhar a valer.

E só me não cansa
O que a brisa me traz
De súbita mudança
No que nada me faz.

(Fernando Pessoa)





Oscar Wilde nasceu em Dublin, a 16 de Outubro de 1854 e faleceu em Paris, a 30 de Novembro de 1900. Escritor irlandês foi criado numa família protestante. Sempre teve uma vida social agitada.
Em 1883, vai para Paris e entra para o mundo literário local, o que o leva a abandonar seu movimento estético.



Soneto à Liberdade


Não que eu ame teus filhos cujo olhar obtuso
Somente vê a própria e repugnante dor,
Cuja mente não sabe, ou quer saber, de nada
É que, com seu rugir, tuas Democracias,
Teus reinos de Terror e grandes Anarquias
Reflectem meus afãs extremos como o mar,
Dando-me Liberdade! - à cólera uma irmã.
Minha alma circunspecta gosta de teus gritos
Confusos só por causa disso: do contrário,
Reis com sangrento açoite ou seus canhões traiçoeiros
Roubavam às nações seus sagrados direitos,
Deixando-me impassível e ainda, ainda assim,
Esses Cristos que morrem sobre as barricadas,
Deus sabe que os apoio ao menos parcialmente.

(Oscar Wilde)






(José Amaral)







6 comentários:

Deusa Odoyá disse...

Olá meu nobre amigo.
Amaral, que bom seu retorno ao meu cantinho.
diois grandes escritores.
seus poemas sempre foram e serão magníficos.
Bela gomenagem!
Uma semana de muitas realizações e paz.
Beijinhos doces, meu amigo.
Regina coeli.

Amaral disse...

Regina
Obrigado também pela visita. Ainda bem que gostaste da selecção dos poemas.
Boa semana
Bjo

JPCLEMENTE disse...

Amigo J. Joaquim!
Espero que tudo esteja a correr pelo melhor aí pela Pesqueira!
Obrigado por mais este post!
Um abraço
JPC

Meg disse...

Amaral,

Se Fernando Pessoa não é de estranhar, já o mesmo não acontece com Oscar Wilde... um autor tão pouco visto nos blogs.
Na parte que me toca... mea culpa!

Um abraço

Amaral disse...

João Paulo
Está tudo bem. Espero que na tua escola as coisas também andem sobre rodas.
Bom feriado
Abraço

Amaral disse...

Meg
Talvez por ser menos conhecido para nós, portugueses.
Bom feriado
Abraço